fb google linkedin   icon login 48x 

Filme “A Doença da Murchidão do Pinheiro na Europa” da FNAPF premiado no CineEco - Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela

O filme “A Doença da Murchidão do Pinheiro na Europa”, da Federação Nacional das Associações de Proprietários Florestais arrebatou o prémio Lusofonia Panorama Regional, na edição deste ano do CineEco - Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela. A FNAPF contratou a BKN/Centro TV, do jornalista Paulo Leitão e do operador de imagem Tiago Cerveira, de Oliveira do Hospital, tendo ainda conquistado o galardão do jurí da juventude.

O filme, inédito em Portugal, aborda as questões da prevenção e combate a uma doença que, apesar de desconhecida do grande público, já está em Portugal desde 1999, vindo a afetar uma parte significativa da mancha de pinheiro bravo existente no país.

Satisfeito com o prémio conquistado no único festival de cinema em “tons verdes” realizado em Portugal, Vasco Campos, presidente da FNAPF, entende que esta é a prova “da qualidade que quisemos imprimir ao filme” e da “importância que damos ao tema”. “Transporta o assunto para a praça pública”, sustenta aquele dirigente, acreditando que esta projeção vai contribuir para que a doença da murchidão do pinheiro bravo, também designada como a doença do nemátode da madeira do pinheiro, possa ser mais conhecida, para lá dos agentes “diretamente interessados” que “são os florestais e os proprietários”. “Não temos dúvidas que vai alargar o conhecimento sobre esta doença a outros públicos e a outros mercados”, afirma Vasco Campos, agradado com esta nomeação pela academia do CineEco, não tendo dúvidas que é o reconhecimento de um trabalho “importante” que a FNAPF tem vindo a fazer nesta área, e que, inclusivamente, tem suscitado a curiosidade de diversos especialistas internacionais, que se têm deslocado à região da Beira Serra e Serra da Estrela, para ver “in loco” os trabalhos que têm sido desenvolvidos de prevenção e controle desta doença, assumindo nalguns países europeus e da Ásia, contornos de catástrofe para a fileira do pinho.

O filme produzido pela BKN/Centro TV para a FNAPF deverá ser apresentado em breve ao público, acompanhado de um livro bilingue sobre a mesma problemática. Financiado pelo PRODER, o projeto é uma parceria da Federação Nacional das Associações de Proprietários Florestais com o Instituto Nacional Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), Centro de Ecologia Funcional da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra e Escola Superior Agrária de Coimbra, contando com o apoio do Grupo Portucel/ Soporcel.